Iorrana Ribeiro | Cartas a um jovem poeta
Fotografia. Produção Web. Qualidade de vida.
Iorrana,Iorrana Ribeiro,fotografia,produção web,blog,qualidade de vida,ioga, yoga, yôga,pilates,stress,alimentação,filosofia,comportamento,estilo de vida, lifestyle,derose,força,poder,energia,tônus muscular,autoconhecimento,concentração,foco,vitalidade,ansiedade,estabilidade emocional,...
701
single,single-post,postid-701,single-format-standard,ajax_updown,page_not_loaded,,paspartu_enabled,qode_grid_1300,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Cartas a um jovem poeta

rilke_studio

Cartas a um jovem poeta

Assistindo ontem ao Programa do Jô, dedicado aos 50 anos da carreira da atriz Regina Duarte, pude ouvir um trecho de Cartas a um Jovem Poeta, um poema de Rilke, lido por ela no finalzinho da entrevista.

Achei maravilhoso por contextualizar a importância em baixar a tensão da expectativa pelo resultado e se desprender de toda possibilidade que o futuro possa nos reservar para que a vida aconteça naturalmente. Confira…

“Tudo está em deixar amadurecer e então dar a luz.
Deixar cada impressão, cada semente de um sentimento germinar por completo dentro de si.
Na escuridão do indizível, do inconsciente, em um ponto inalcançável do próprio entendimento e esperar com profunda humildade e paciência, a hora do nascimento de uma nova clareza.
Isso se chama viver artisticamente.
Tanto na compreensão, quanto na criação.
Não há nenhuma medida de tempo para quem faz arte. Um ano de nada vale e mesmo 10 anos não são nada. Ser artista significa não calcular, nem contar. Significa amadurecer como uma árvore que não apressa a sua seiva e permanece confiante durante as tempestades da primavera, sem o temor de que o verão possa não vir.
O verão vem, o verão vem!…
Mas só chega para os pacientes.
Para os que estão ali como se a eternidade se encontrasse diante deles com toda amplidão, com toda serenidade, sem preocupação alguma.
Aprendo isso diariamente. Aprendo em meio às dores as quais sou grato.
A paciência é tudo!”
— Rainer Maria Rilke

E ela completou sobre os seus 50 anos de carreira…
“Tem que deixar germinar e florescer…
Não tem medida…
Não tem que ter pressa, não tem que planejar nada.
A natureza acontece, faz com que acontece.
Isso se você estiver atento, vivendo o agora.
O agora.”