Iorrana Ribeiro | Meditação: a arte de não pensar
Fotografia. Produção Web. Qualidade de vida.
Iorrana,Iorrana Ribeiro,fotografia,produção web,blog,qualidade de vida,ioga, yoga, yôga,pilates,stress,alimentação,filosofia,comportamento,estilo de vida, lifestyle,derose,força,poder,energia,tônus muscular,autoconhecimento,concentração,foco,vitalidade,ansiedade,estabilidade emocional,...
1002
single,single-post,postid-1002,single-format-image,ajax_updown,page_not_loaded,,no_animation_on_touch,paspartu_enabled,qode_grid_1300,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Meditação: a arte de não pensar

image

Meditação: a arte de não pensar

Segundo diversas filosofias, a técnica da meditação visa promover a parada das ondas mentais. Diferente do dicionário, que diz que meditação significa refletir ou pensar, na verdade meditação significa não pensar em nada, literalmente esvaziar a consciência. Quando praticada com constância, ela desenvolve a concentração e promove estados de bem-estar, mais lucidez e vitalidade que comumente decorrem do processo de redução dos pensamentos. Em estágios mais avançados, a meditação estimula a intuição, a criatividade, a expansão da consciência e o autoconhecimento.

 

“Há metafísica o bastante em não pensar em nada”
— Fernando Pessoa

 

Existem muitas técnicas para a prática da meditação. Uma bem simples e que você pode executar em qualquer lugar que você se sinta à vontade é a seguinte: sente-se em uma posição confortável, se possível com as costas eretas e as pernas cruzadas. Procure sentir-se à vontade e deixe seu semblante sereno, com os olhos suavemente fechados e com um leve ar de sorriso. Solte também os ombros, a língua e mantenha a respiração sempre nasal, lenta, natural, silenciosa e tranquila. Em seguida, concentre-se no tato do ar que você está respirando e leve a sua atenção para as batidas do seu coração. Procure não se mover. Sempre que um pensamento vier a sua consciência, procure mandá-lo embora. A prática consiste em ir ampliando, cada vez mais, o espaço de tempo entre um pensamento e o outro até que você pare de pensar. Pratique diariamente, comece com um minuto e vá ampliando o tempo do exercício enquanto puder manter o corpo quieto e confortável.

Numa prática de SwáSthya Yôga, que contém oito grupos de técnicas, a meditação é geralmente praticada na última parte. As técnicas das partes anteriores preparam o corpo e as emoções o que favorece para que a prática da meditação seja muito mais intensa e poderosa.